03/04/2018 - Banco da Amazônia inaugura Central de Crédito no Mato Grosso

A intenção é dar mais agilidade na aprovação de projetos que serão analisados pela Instituição

O Banco da Amazônia programou para 2018 liberar mais de R$ 340 milhões em recursos de fomento para o Mato Grosso e realiza reestruturação nos seus processos internos para aperfeiçoar e tornar mais ágil a concessão de financiamentos. Assim, vai inaugurar amanhã, dia 5 de abril, a Central Regional de Análises de Crédito do estado.

O objetivo da implantação da Central de Crédito é dar mais agilidade, celeridade na aprovação de projetos que serão analisados. Hoje, cada agência realiza essa análise e encaminha para a sede do Banco, e com a implantação da central vai canalizar todos os processos em um único local, sendo analisadas por equipe totalmente preparada em cada área conforme o projeto.

“Estamos com a expectativa de tornar mais ágil a concessão de financiamentos pelo Banco. As equipes da nova Central estão empenhadas para prestar o melhor serviço à sociedade”, salienta Edmar Bernaldino, Gerente Executivo de Administração das Centrais de Crédito.

De acordo com o presidente do Banco da Amazônia, Marivaldo Melo, com a centralização das análises de projetos, os colaboradores poderão dar foco no atendimento integral a clientela dando mais celeridade ao processo de aprovação e, consequentemente, responder às demandas com mais presteza. “Com a centralização, toda a análise, liberação e acompanhamento do crédito serão realizadas de forma padronizada, o que possibilitará ao cliente fazer o acompanhamento sobre o andamento do seu pedido de financiamento”, explicou.

“As Centrais Regionais de Crédito mudarão totalmente o processo de análise e liberação de recursos”, lembrou o presidente. “Teremos muito mais eficiência nesse processo, mais agilidade num trabalho que hoje é feito pelas agências. Vamos ter uniformidade também. As pessoas vão saber quando entrar com processo, porque ele não vai passar da agência se tiver faltando algum documento”, enfatizou Melo.

Para o Superintendente Regional de Mato Grosso, Donizete Campos, a Central Regional de Crédito, além de atender o princípio da eficiência e padronização nas análises de crédito, visa atender a necessidade no tempo do cliente, ou seja, celeridade nos processos de contratação e liberação de crédito. “Enquanto que as agências terão o papel de manter estreito relacionamento com os clientes em busca de originação de negócios”, explicou.

Recursos

Para 2018, o Banco da Amazônia disponibiliza para a região Amazônica mais de R$ 8,3 bilhões em recursos de crédito de curto, médio e longo prazos. Desse total, R$ 2,6 bi são de crédito comercial e R$ 200 milhões são oriundos de recursos do BNDES.

As contratações com recursos de fomento fecharam o ano de 2017 registrando o valor total de R$ 193 milhões no Mato Grosso.