05/04/2018 - Banco da Amazônia abre seu Espaço Cultural durante a 21ª Edição do Circular Campina Cidade Velha

Neste domingo, dia 8 de abril, a 21ª edição do Projeto Circular Campina Cidade Velha  vai percorrer vários pontos do centro de Belém, incluindo o Espaço Cultural do Banco da Amazônia. No local, o público vai conferir o lançamento do catálogo da exposição Terra Sem Mal, que vai estar no seu último dia, e a apresentação do cantor paraense Andro Baudelaire, com o pocket “Amarelo Guitarrada”, às 11h, na calçada na frente da sede do Banco, na Av. Presidente Vargas.

A mostra Terra Sem Mal, de autoria do fotógrafo Rafael Gamba, revisita a década de 70 e destaca temas sobre os limites conflituosos entre a cidade e a selva, as queimadas, os indígenas e os posseiros e a ditadura militar. A exposição conta com a colaboração da artista visual Viviane Gueller e produção de Fatinha Silva.

Na exposição, haverá visita monitorada onde o público vai contemplar imagens feitas pelo pai do artista, Isidorio Gamba, em 1970, quando este vivia em Manaus. Para conseguir o resultado alcançado, as imagens foram projetadas e fotografadas com a mesma câmera que originou as fotos da época. O artista se preocupou com cada detalhe, conseguindo extrair pequenos fragmentos, manchas, desbotamentos, capturando–os com seu olhar diferenciado e selecionando o que havia de mais representativo para a sociedade amazonense que vivenciou os anos 70.

Nascido em Manaus, Rafael Stock Gamba vive e trabalha em Porto Alegre. É fotografo desde os 14 anos por influência de seu pai. Autodidata, participou também do curso de extensão Séries Fotográficas, ministrado pelo artista e professor alemão Klaus W. Eisenlohr, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Participou de grupos de discussões em fotografia, como o coordenado pelo professor Fernando Schmitt. Atualmente frequenta o grupo de estudos do Barraco Cultural/Galeria Mascate, sob coordenação de Marco A.F. e Tiago Coelho. Sua pesquisa em fotografia envolve vazios urbanos e o uso de processos de revelação analógicos.