Banco da Amazônia alcançou resultado recorde no 1º bimestre de 2015

26/03/2015 - O Banco da Amazônia incrementou significativamente o seu resultado no 1º bimestre de 2015. O Resultado Operacional cresceu 105,87% comparativamente ao mesmo período de 2014, sendo que o Lucro Líquido variou positivamente em 546,66%, conforme demonstrado graficamente a seguir:

 image002

image004 1

Dentre os fatores que contribuíram para este resultado, merecem destaque:

  • ·Crescimento das receitas com operações de crédito (Rendas de Operações de Crédito, Del Credere do FNO e Recuperação) de 50,57%, chegando a R$ 179,4 milhões (incremento de R$ 60,24 milhões em relação a 2014);
  • ·Evolução do resultado com Títulos e Valores Mobiliários de 17%, chegando ao montante de R$ 142,75 milhões;
  • ·Incremento das receitas de Taxa de Administração do FNO; e,
  • ·Redução das Despesas de Provisão para Operações de Crédito (PCLD) de 33,82% em relação ao 1º bimestre de 2014 (considerando a Carteira Própria do Banco e FNO).

Estes pontos colaboraram para a melhoria dos indicadores de Eficiência e Cobertura de Provisão. No 1º bimestre de 2015, para cada R$1,00 gerado pelo resultado da atividade fim do Banco R$0,56 foram destinados à cobertura das despesas administrativas Esta relação foi bastante otimizada quando comparada com o 1º bimestre de 2013 e 2014.

image013

image014

O resultado foi um bimestre muito positivo. Se continuarmos trabalhando dessa forma, teremos amplas condições de superar as adversidades de 2015 e apresentar ao final do exercício um resultado tão bom ou melhor do que aquele que tivemos em  2014.